Voz da Terra


No princípio de tudo a luz dá-te o grito, nasces e a confirmação da tua presença manifesta-se num grito chorado, és filha de uma mãe que ainda agora também gritava. No instante da luz o teu corpo pousa por sobre o corpo da tua mãe, os vossos corpos ainda ligados, carne com carne e o Amor é então vísível .....

Um dia retornaremos à linguagem do amor universal que nos permite entender cada sílaba entoada nos sussurros da seiva e do sangue do seres da Terra. Entender com a espuma do mar entranhada nos poros da nossa pele ou com a terra a ascender pela planta dos nosso pés até se fazer matéria nos nosso olhos.

A tua voz animal, incorporada na sabedoria do teu corpo. A voz espelho das linhagens, ressonância aberta da ferida e do sentimento de cada músculo que grita, chora e ri, tu selvagem, filha de outras filhas, filhas da Terra. A tua voz que te inflama, que te acende o ventre, a voz que sobe em choro até à centelha que...


Subscrever o Blog - A Voz da Terra!