Concertos Meditativos

08-03-2024

Os instrumentos que trazem a música da alma, são uma prolongação do meu Corpo de Amor, cuja Vida apela à Beleza, à Profundidade, à Verdade! Os concertos são viagens onde o espaço e o tempo se dissolvem, onde o Coração é âncora para um sentimento crescente de abundância, de sensações intensas e reais do que é Ser Alma e Corpo, ponte entre o Céu e a Terra! Momentos de conexão com as instâncias estelares e telúricas que nutrem a Consciência da Vida que nasce e renasce - aqui o movimento do Amor Divino é invocado para despertar o Coração que se liberta e ilumina!

Nos concertos, os participantes são convidados e guiados numa dança meditativa muito profunda, sentindo a voz como Caminho aberto para o Mistério e a Fonte! 

8  de Março

"Luz Mariana"

Galeria do Centro Cultural de Rio Tinto


Testemunhos

... uma Vivência em que nos entregamos a uma guiança que nos inspira uma total confiança e, nos permitimos enveredar por caminhos desconhecidos e mergulhar nos Mistérios da Vida. O som, a voz da Ana Maria e o Propósito ao qual ela se entrega confiante na sua própria guiança, que lhe chega de Esferas Superiores, nos vão permeando e dissolvendo os véus que separam a ilusão da Realidade. E ... vamos, passo a passo, liberando as amarras que nos prendem a uma matrix e recordando quem verdadeiramente somos. Isso é liiindo, é libertador, é, posso até dizer, perturbador em certos momentos, de tal forma é impactante. Sinto que é para isso que a Vida nos está a convidar, no atual momento que vivemos enquanto Humanidade. Recordarmos quem realmente somos. Gratidão, querida Ana Maria, por seres quem és e o partilhares conosco. Uma verdadeira Sacerdotisa. Gratidão a todos nós que nos entregamos e nos permitimos abrir ao Grande Mistério. E, como é maravilhoso sentir o Poder e a Segurança de seguirmos unidos em Fraternidade. Tilde Carneiro Concerto Renascer

O concerto meditativo "Renascer" guiado pela Ana Maria Pinto foi uma vivência que senti como uma enorme benção! Nele, fui transportada para um lugar sagrado, onde cada som é oração, amor, pureza... um espaço desconhecido, de uma segurança e harmonia tal que em resposta e relação, o meu corpo, a minha alma me revelaram partes de mim que pouco ou nada conheço, que nem parecem minhas e ao mesmo tempo podem ser a minha mais pura verdade. Muitas vezes durante o concerto senti as lágrimas brindarem o amor em que estava envolvida. Sinto uma gratidão enorme por ter tido esta oportunidade! Sofia Lemos Concerto Renascer


Foi uma experiência tão profunda e poderosa tão, o corpo amor manifesto mas ao mesmo tempo tão fora deste corpo, ou desta dimensão sequer! E dessa experiência extrasensorial galáctica soltar-se um grito colectivo como o pulsar vibrante de um big bang Cósmico, sim, o poder na vibração e no som que até cria Universos, ao início foi isso sentir todo o poder criativo contido td num só grito e na nossa voz que nem Big Bang. Mas lembro-me depois d1 momento que tocavas ao piano sentada, surgir em mim uma voz que me sussurrava, "grata, grata, grata, por essa tua bela voz, que nos torna Seres inteiros, mulheres e homens novamente inteiros e nela sinto que se conserta cada pedaço quebrado deste mundo em apuros e a precisar tanto! Nela, nesta voz, tudo se conserta, purifica e cura, ou fica pelo menos 1 pouquinho melhor, como 1 bálsamo para tempos revoltos e aflitivos onde já nada ou poco parece fazer sentido mas, de repente, nesta voz todas as peças se encaixam, tudo se ordena e ganha novamente sentido, pois a Verdade está ali, presente, clara, inegável, inevitável, ela simplesmente É, pura e Dura e acende, encandeia cada um dos nossos corações. Grata, ai que bom, essa voz, ai que bom, grata"!Não sabia que era possível, mas a tua voz naquele momento oferecia mais sensação de colo, caloroso, acolhedor que os próprios braços maternais à sua cria... Porque é Raiz, é Terra, é Mãe-Terra. Desconhecia que era possível oferecer-se tanto colo só com uma voz, mostraste-me isso! E depois aquela voz regressou, já meio em transe "ai que bom, essa voz, ai grata, grata, grata" E de repente todos abrimos os olhos e olhei à volta e... os nossos olhos brilhavam e os nossos corações vibravam. Tudo era Luz, brilhávamos cristalinos banhados de Voz celestial e nos deu Voz, e Grito e pulsar. Grata pela nossa Voz e nos dares uma Voz, e corpo amor manifesto. Naquela altura a minha palavra foi Aho, agora seria "bem hajas Ana Maria Pinto, bem hajas e bem haja a essa Voz" Rita Arriola. Concerto O Canto da Floresta

Cada concerto com a Ana Maria Pinto se demonstra uma viagem sensorial. O sentir que me fica no corpo, extravasa qualquer palavra que consiga imprimir no papel. No concerto "O canto da floresta" senti-me a incorporar o ser vivo que a Terra é. Fui a mais profunda e sólida raiz, trazida pela sonoridade do gongo juntamente com os vocalizos, transformando-me na própria terra que a sustenta. Nessa dança entre instrumentos e voz, escorreu também pelo meu corpo a seiva da árvore da vida. O tambor trouxe o ânimo ao corpo, que se movimentou ao sabor da voz da Ana, como que a incorporar o movimento de uma selva inteira. A voz animal, que grita, fez-se no corpo, ajudando a restabelecer o seu equilíbrio. No final, fui inundada por uma sensação de espaço sem tempo, onde tudo o que existia era apenas pura emanação de luz branca trazida pela flor de lótus. É com total confiança que me entrego sempre, a todo o trabalho que a Ana Maria Pinto desenvolve. Susana Brandão Concerto O Canto da Floresta

Cantora lirica, a Ana Maria tem uma voz deliciosa que, conjugada com os diversos sons que entoou, me transportaram, de modo tão surpreendente como enriquecedor, para uma viagem dentro de mim....onde não sei chegar....sozinha. Foi, por isso, uma experiência individual maravilhosa num círculo de bonitas pessoas. Gostei imenso. Recomendo vi-va-men-te. Fico curiosa pelos próximos momentos de partilha onde o AMOR coletivo tão facilmente nos torna UM. Bem hajas querida Ana Maria❤️Semeando a plenitude no outro, sê FELIZ. Solange Burri Concerto Renascer


Como descrever a experiência do concerto meditativo numa palavra? Renascer. Mergulhando na profundidade da alma, seguindo o chamamento espiritual da Mãe Terra a encontrar a nossa Verdade. Posso dizer que ao longo do concerto mergulhei em diferentes águas: águas passadas, oceanos cósmicos, rios da vida, até às neblinas da incerteza. As emoções foram fortes, tanto no singular e no coletivo, mas apesar de estar sozinho na minha viagem interna as raízes da alma, senti-me acompanhado seja pela força do círculo ou da maestria que a Ana Maria trouxe naquele momento infinito, como a sua música e chamamento, guiando cada um de nós nesta viagem ao berço da essência. Eternamente grato por este despertar e pela luz que senti e vi durante esta viagem. Filipe Almeida Concerto Renascer

No concerto meditativo da Ana Maria Pinto senti-me dentro de água, no ventre da mãe natureza, o som levou-me até casa. Resgatei a minha fé, desprendendo-me de culpas. Libertei o meu corpo de amarras e levou-me à paz. Foi como um mergulho no mar. Maria Alves Concerto Renascer


Gentilmente fui guiada ao interior da floresta onde me fundi com o seu Verde Profundo. Nessa fusão, uma Voz surpreendentemente bela transportou-me para outras Dimensões do meu Ser. Tornei-me Una com o Universo. Fui então chamada, pelo ritmo da Natureza, a libertar o Meu grito, a minha Voz, a encontrar o meu centro de Poder, Força e Prazer. Pura libertação! E eis que a calma chegou, anunciada pelo canto de pássaros azuis...uma melodia dos Céus. Que viagem! Quanto Amor! Quanta entrega! Tanta Gratidão! Diana Ferreira Concerto O Canto da Floresta

"Uma imensa alegria abriu o meu peitoO sorriso permaneceu na minha face, logo no início da meditação.Vi, uma brecha abri no peito de luzPedaço negros descolavam do meu corpo e cada pedaço descolado surgia luz, um peso sai a cada pedaço.E o meu peito abria-se tanto que doía de tanto abrir, no fundo uma diamante coberto com uma lama negra e cinza, fazia força para ser visto. Em cada bater do tambor a lama desfazia-se e ouvia Eu Sou o que Sou ... " Márcia Leal. Concerto "O toque dos Anjos"

"...O meu peito abriu, o meu coração abriuuuu, senti as minhas asas a abrirem, senti-me a transformar-me em águia e a voar, voar, voar para o espaço. Felicidade pura.Tens ideia daquilo que fazes em nós e daquilo que através de ti e de nós espalhas para o Todo? Tens claro.Tu és um Ser Inteiro, Maravilhoso!!Gratidão imensa!" Zé Cameira. Concerto "O toque dos Anjos"